Docentes e Labs

Peter Stoltenborg Groenendyk

Dendrocronologia, florestas tropicais, câmbios climáticos, restrição de regeneração, produtos florestais não-madeireiros e modelos demográficos.

Departamento de Biologia Vegetal

Atualmente, Peter é Professor (nível MS-3.1) no departamento de Biologia Vegetal da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) onde desenvolve pesquisa em dendrobiologia (anéis de crescimento, anatomia, xilogênese) e ecologia de florestas tropicais.

FORMAÇÃO

Peter foi pós-doutorando na Universidade de Santiago de Compostela em Lugo – Espanha, no projeto ForSEADiscovery, que integra história, arqueologia submarina e dendrobiologia com o intento de determinar a origem das madeiras usadas na construção naval Ibérica durante a época dos descobrimentos (séculos XVI e XVII). Peter coordenou a parte de dendrobiologia, combinando dendrocronologia, anatomia quantitativa da madeira, análises de isótopos de estrôncio e de elementos bioquímicos na madeira. Também fez um pós-doutorado na Universidade de Wageningen, trabalhando com modelos demográficos (Integral Projection Models) para avaliar efeitos de variação climática na demografia e crescimento populacional de espécies arbóreas. Usou os mesmos modelos para quantificar a sustentabilidade da produção do incenso olíbano (frankincense), extraído da especie Boswellia papyrifera em 23 localidades, cobrindo toda a distribuição geográfica da espécie (Sudão, Etiópia e Eritreia). Peter fez seu doutorado no grupo Gestão e Ecologia Florestal (Forest Ecology and Forest Management) pela Universidade de Wageningen. Em seu doutorado, analisou mudanças nas taxas de crescimento de árvores tropicais nos últimos 150 anos e se foram causadas pelos câmbios climáticos. Entender essas mudanças é importante, pois florestas tropicais processam e sequestram enormes quantidades de carbono. Taxas de crescimento foram medidos a partir da análise de anéis de crescimento (dendrocronologia) em 15 espécies (~1.500 árvores) provenientes de três países: Bolívia, Camarões e Tailândia. Ele tem mestrado em Biologia Ambiental (Environmental Biology) na Universidade de Utrecht e Bacharelado (Bachelor of Science) em Biologia pela mesma universidade. Durante seu mestrado escreveu duas teses, uma sobre crescimento de cedro (Cedrela salvadorensis) em matas secas no México e outra sobre demografia de bosques produtores do incenso olíbano na Etiópia (que resultou em publicação). Também trabalhou como pesquisador voluntário no Acre, estudando o uso e valor econômico da castanha do Pará (Bertholletia excelsa) para extrativistas na RESEX Chico Mendes e avaliou a regeneração da castanha em florestas perturbadas por queimadas. Seus principais pontos de foco são: dendrocronologia, florestas tropicais, mudanças climáticas, restrição de regeneração, produtos florestais não-madeireiros e modelos demográficos.

PUBLICAÇÕES SELECIONADAS

 

Instituto de Biologia, Prédio da Pós-Graduação, Bloco O
Avenida Bertrand Russel, s/n, Cidade Universitária Zeferino Vaz – Barão Geraldo
Caixa Postal 6109
CEP 13083-865, Campinas – SP – Brasil
Telefone: (19) 3521-6373
e-mail: coordeco@unicamp.br

Desenvolvido por Sepia Studio. Todos os direitos reservados. 2021.